X Rally Team

Notícias

Notícias

Trabalho e descanso rumo ao dia mais longo

Trabalho e descanso rumo ao dia mais longo

Tradicionalmente, o Rally Dakar tem um dia de descanso para os competidores separando a primeira da segunda metade da competição. É o que acontece neste sábado (12) após a conclusão da quinta etapa, na última sexta-feira (11), entre Tacna e Arequipa, onde as equipes permaneceram aguardando pilotos e navegadores retornarem das duas etapas maratona da prova.

“Acho que sobretudo para o time, que passou praticamente todas as noites em claro trabalhando nos UTVs, a sexta-feira foi essencial para que eles pudessem descansar e se recompor”, confirma Marcos Baumgart, piloto do UTV 412 da X Rally Team, sétimo colocado no geral da categoria. “O time teve dias extremamente intensos de trabalho e como eles não podiam ir até Tacna por ser etapa maratona, então eles aproveitaram para dormir bastante”, falou.

A etapa maratona é aquela na qual é proibido qualquer tipo de interferência de membros da equipe nos veículos de competição. Apenas piloto e navegador podem realizar a manutenção. Normalmente, é a etapa que mais causa abandonos no Dakar.

“Enquanto eles descansavam, a gente ia sofrendo mais um pouco nos trechos. Agora é a nossa vez de descansar, se alimentar bem, dormir um pouco mais, enquanto o time, já recuperado, trabalha na desmontagem, troca de peças e montagem dos UTVs para que retornemos à prova com o equipamento praticamente zero quilômetro”, ressalta Cristian Baumgart, do UTV 398.

O trecho cronometrado da quinta etapa foi encurtado em 25 quilômetros para carros, UTVs e caminhões por causa das condições climáticas, já que nos waypoints finais uma densa neblina se formou, prejudicando a visibilidade e a segurança dos competidores, forçando a organização do Dakar a tomar a medida de encurtar o trecho e finalizar a especial no oitavo waypoint.

Cristian Baumgart e Beco Andreotti fizeram espetacular prova de recuperação na segunda parte da maratona, fechando o quinto dia de prova na quarta posição, sendo os melhores estreantes entre os UTVs. “Tivemos um dia até que limpo, em se tratando de maratona, e por mais que tomássemos todo o cuidado possível, conseguimos forçar um pouco mais em alguns momentos e conquistar um bom resultado na etapa. Nosso pensamento é um dia de cada vez, terminar uma etapa por vez”, ressalta o mais velho dos irmãos Baumgart.

Por outro lado, Marcos e Kleber enfrentaram alguns revezes: uma troca de pneus, três trocas de correia e uma parada extra para desatolar o UTV. “Começou uma corrida maluca, um caminhão tombou na zona de radar e ninguém conseguia passar dali, porque era um trecho muito estreito e com muitas pedras. Ficou um negócio meio maluco, que nos fez perder muito tempo além das paradas que tivemos de fazer”, disse Marcos, que fechou a etapa na 12ª posição.

A vitória na sexta-feira ficou com a dupla chilena formada por Rodrigo Javier Moreno Piazzoli e Jorge Gabriel Araya Diaz, que subiu também à liderança geral da competição entre os UTVs. Na classificação, Marcos Baumgart e Kleber Cincea colocam o X Rally Team em sétimo, enquanto Cristian Baumgart e Beco Andreotti, em excelente recuperação após os dois primeiros dias bastante problemáticos, ganharam mais duas posições para aparecer em nono – é a terceira melhor dupla estreante da prova.

O Dakar retoma o ritmo neste domingo (13) para o sexto dia de competição prometendo altas doses de emoção entre Arequipa e San Juan de Marcona, em um total de 810 quilômetros – aproveitando que os competidores estão descansados e os equipamentos, revisados. A especial cronometrada terá 309 quilômetros.

Resultado – UTVs (SxS):
5ª etapa: Tacna – Arequipa (425 km cronometrados)
4. Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Can-Am) – 7h07min41s (33min49s do líder)
12. Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Can-Am) – 7h54min32s (1h20min40s do líder)

Classificação geral – UTVs (SxS):
7. Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Can-Am) – 23h39min18s (2h02min53s do líder)
9. Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Can-Am) – 23h49min05s (2h12min40s do líder)


O TRAJETO DO DAKAR 2019 NO PERU

07/01 (seg): 1ª Etapa: Lima > Pisco
(Deslocamentos: 247 km; Especial: 84 km; Total; 331 km)
08/01 (ter): 2ª Etapa: Pisco > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 211 km; Especial: 342 km; Total; 553 km)
09/01 (qua): 3ª Etapa: San Juan de Marcona > Arequipa
(Deslocamentos: 467 km; Especial: 331 km; Total; 798 km)
10/01 (qui): 4ª Etapa: Arequipa > Tacna
(Deslocamentos: 259 km; Especial: 405 km; Total; 664 km)
11/01 (sex): 5ª Etapa: Tacna > Arequipa
(Deslocamentos: 264 km; Especial: 450 km; Total; 714 km)
12/01 (sab): Dia de Descanso: Arequipa
13/01 (dom): 6ª Etapa: Arequipa > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 501 km; Especial: 309 km; Total; 810 km)

14/01 (seg): 7ª Etapa: San Juan de Marcona > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 64 km; Especial: 323 km; Total; 387 km)
15/01 (ter): 8ª Etapa: San Juan de Marcona > Pisco
(Deslocamentos: 215 km; Especial: 360 km; Total; 575 km)
16/01 (qua): 9ª Etapa: Pisco > Pisco
(Deslocamentos: 96 km; Especial: 313 km; Total; 409 km)
17/01 (qui): 10ª Etapa: Pisco > Lima
(Deslocamentos: 247 km; Especial: 112 km; Total; 359 km)
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.956 km
TOTAL DAKAR: 5.600 km

 

Patrocinadores

Motul
NWM
Ford
Vedacit